quarta-feira, janeiro 25, 2006

Erva da Semana XX: De que falamos em 2005

De que falamos em 2005?

Ao longo do tempo fui deixando aqui algumas ideias que, de uma forma geral, fazem parte de uma ideia mais global, de uma nova concepção e diferente organização da forma como vivemos e estamos organizados.

Na base destas ideia está um conceito de descentralização, porque só descentralizando hoje é possível aumentar a eficiência energética.

Como primeiro ponto de esclarecimento, devemos manter bem presente o seguinte; tudo é energia. Aquilo que comemos, o que vestimos, os livros, os carros, a gasolina, os brinquedos dos nossos filhos, o conforto das nossas casas, etc…tudo isto equivale a energia. Energia gasta para produzir os bens que temos, energia gasta para extrair a matéria-prima da natureza, etc, etc.

Por isso a ideia de descentralização é simples de compreender. Se vivermos no Porto e tivermos um sistema que nos obriga ir a Lisboa tirar um Bilhete de Identidade, obviamente a quantidade de energia gasta é superior àquela que seria necessária se o Bilhete de Identidade for tirado no Porto.

Esta ideia simples é de fácil compreensão porque temos mais facilidade em visualizar a maior necessidade de energia caso tenhamos de nos deslocar para ir a Lisboa tirar um Bilhete de Identidade. Mas, isto funciona a quase todos os níveis que possamos imaginar.

Exemplos:

Necessita-se de menos energia se preferirmos produtos hortícolas locais em vez de produtos hortícolas originários de outros países.

Necessita-se de menos energia se preferirmos o recurso a fontes energéticas locais para a produção de electricidade, como o caso do vento, do sol, das ondas, da biomassa em vez do petróleo.

Necessita-se menos energia se o percurso de transporte de electricidade for menor, ou seja se a produção estiver mais próximo do destinatário final.

Enfim, necessitamos invariavelmente de uma menor quantidade de energia sempre que encurtamos a distância entre o produto e o consumidor, a produção e o fornecimento, entre o trabalhador e o local de trabalho, etc… Quero com isto dizer que o sistema actual, com forte tendência de centralização, provoca um aumento da distância entre nód e os bens que necessitamos no dia-a-dia. São necessários sistemas complexos de logistica, armazenamento, distribuição e fornecimento para que todos os bens cheguem às pessoas e isto custa uma enorme quantidade de energia.

Por entre outros artigos da Erva da Semana já aqui falamos sobre esta ideia de que é necessário descentralizar e tirar o máximo partido das novas tecnologias. Haverá ainda muito a ser escrito e a ser discutido, entretanto ficam aqui alguns dos artigos que este Blog escreveu que vão de encontro a esta ideia de descentralização.

- Gestão de águas residuais descentralizada Erva da Semana I

- Diversificação e descentralização da produção de energia eléctrica, Erva da Semana II e Erva da Semana VII

- Descentralização do local de trabalho, Erva da Semana III

- Consciencialização da sociedade para a relação, estilo de vida – energia, Erva da Semana XV e Erva da Semana XVII,

- Aproveitamento tecnológico para aumento da eficiência energética, Erva da Semana XIII

Também é verdade que nem tudo passa por descentralizar. É o caso dos transportes, neste caso, convém centralizar. Mas isso será assunto numa outra semana. Por agora fica apenas este pequeno apanhado do ano 2005, em que de alguma forma o tema forte foi a descentralização.

Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno Site: Os Ambientalistas
Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet
Site Ring from 

Bravenet